Twitter enfrenta US$ 250 milhões em multas enquanto a FTC investiga a plataforma por suposto uso indevido de dados de usuários

A Federal Trade Commission (FTC) está investigando o Twitter por uso indevido de dados de usuários e outras violações de privacidade para veicular anúncios, o pão com manteiga de quase todo o setor da Internet. Caso o Twitter seja realmente considerado culpado, a empresa pode enfrentar uma multa que varia de US$ 150 milhões a US$ 250 milhões.

O Twitter, em 2011, assinou um acordo com a FTC que afirmava que não era permitido enganar as pessoas sobre suas medidas de privacidade e segurança. Esse acordo foi consequência de um evento em que hackers, em várias instâncias, obtiveram acesso aos controles administrativos do twitter.

No entanto, descobriu-se que, entre 2013 e 2019, o Twitter usou os números de celular coletados de seus usuários para fins de autenticação de dois fatores para veicular anúncios. Todo o assunto foi divulgado pela própria empresa em outubro, quando disse que o endereço de e-mail ou número de telefone que os usuários estavam fornecendo para fins de segurança ou proteção “podem ter sido usados ​​inadvertidamente para fins publicitários”. A empresa chamou isso de erro e disse que estava trabalhando para chegar à profundidade de toda a questão.

A FTC enviou uma reclamação ao Twitter sobre o mesmo em 28 de julho. O Twitter provavelmente entende que esta é uma batalha que não pode vencer e, portanto, decidiu reservar US $ 150 milhões para a multa potencial.

“O assunto continua sem solução e não há garantias quanto ao momento ou aos termos de qualquer resultado final”, disse o Twitter em um comunicado à Comissão de Valores Mobiliários.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *