Turquia deporta refugiados sírios por comerem bananas nas redes sociais, Europe News & Top Stories

ISTAMBUL (BLOOMBERG) – A Turquia está deportando pelo menos sete sírios por compartilharem “provocativamente” suas imagens comendo bananas nas redes sociais depois que um cidadão turco reclamou que não pode comprar bananas enquanto os refugiados podem.

“Você está vivendo mais confortavelmente. Eu não posso comer banana, você está comprando quilos de banana”, disse um turco ao repreender uma estudante síria em um vídeo de 17 de outubro feito em Istambul.

Uma mulher turca juntou-se, acusando os sírios de desfrutar de estilos de vida luxuosos na Turquia em vez de voltar para casa para lutar, descartando a explicação da estudante de que ela não tem para onde voltar.

A Turquia abriga a maior população de refugiados do mundo, já que o declínio econômico torna os poucos empregos existentes mais difíceis de encontrar. Ao mesmo tempo, aqueles com empregos viram seu poder de compra enfraquecer, espalhando descontentamento com a política de refugiados do governo do presidente Recep Tayyip Erdogan, que pode ser reeleito dentro de dois anos.

Cerca de quatro milhões de sírios que fugiram da guerra civil de seu país, em sua maioria, viveram pacificamente lado a lado com os turcos por vários anos.

O governo, no entanto, está tentando conter um sentimento anti-imigrante que vem crescendo em todo o país.

“Sete estrangeiros foram presos em uma investigação sobre as postagens provocativas nas mídias sociais e serão processados ​​para deportação”, disse a autoridade de migração da Turquia em comunicado na noite de quarta-feira (27 de outubro).

Preparando-se para uma possível reação contra o enfraquecimento da economia, bem como sua política de refugiados, Erdogan ameaçou uma nova campanha contra as forças curdas apoiadas pelos Estados Unidos na Síria, o que também pode ajudá-lo a fortalecer o apoio nacionalista.

Estamos enfrentando alguns problemas com logins de assinantes e pedimos desculpas pelo inconveniente causado. Até resolvermos os problemas, os assinantes não precisam fazer login para acessar os artigos da ST Digital. Mas um login ainda é necessário para nossos PDFs.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *