Salah ’em chamas’ deixa Ole nervoso

O técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, disse que sempre apoiará Cristiano Ronaldo para marcar gols, mas admitiu nesta sexta-feira que o atacante do Liverpool, Mohamed Salah, está na melhor forma de sua vida antes do confronto de domingo da Premier League em Old Trafford.

Salah lidera a tabela de gols da Premier League com sete gols e também tem quatro assistências em oito jogos, enquanto também tem cinco gols na Liga dos Campeões.

O técnico do Liverpool, Juergen Klopp, não quis comparar os dois atacantes na sexta-feira, mas Solskjaer elogiou Salah e também seus companheiros de equipe na linha de frente Sadio Mané, Roberto Firmino e Diogo Jota.

“Sempre apoiarei Cristiano em qualquer competição, ele é único e seu histórico de gols é fantástico, mas dito isso, Salah está em chamas”, disse Solskjaer a repórteres.

“Você vê alguns dos gols que ele marcou ultimamente, nós sabemos que temos que estar no nosso melhor para defender contra ele. Jogadores como ele não aparecem com muita frequência. Temos que aproveitar esses jogadores de longe, não no domingo, isso é muito perto .

“Não apenas ele, sou um grande admirador da linha de frente deles há muitos e muitos anos. Mané, Firmino, talvez Jota joguem. São jogadores nos quais você deve se concentrar por 95 minutos para não sofrer gols”.

O Liverpool é o único time invicto na liga nesta temporada e marcou pelo menos três gols em cada um dos últimos oito jogos fora de casa em todas as competições.

“Eles estão em grande forma, algumas habilidades individuais que você quase não pode defender, mas como equipe, temos que ser compactos e agressivos”, acrescentou Solskjaer.

Solskjaer disse que dois ou três jogadores terão tempo para provar sua aptidão para o confronto de domingo depois de sofrerem “golpes e contusões” na vitória da Liga dos Campeões no meio da semana sobre o Atalanta, acrescentando que o craque Bruno Fernandes é uma dúvida.

“Vamos dar tempo a todos, podemos ter todo o plantel em forma… Sim, Bruno pode estar em dúvida, mas está a fazer tudo o que pode para estar pronto”, disse Solskjaer.

Apoio do Pep

As críticas constantes que os treinadores sofrem são piores na Espanha do que na Inglaterra, disse o técnico do Manchester City, Pep Guardiola, nesta sexta-feira, após a declaração de Steve Bruce após sua demissão do Newcastle United.

Bruce, que foi alvo da ira dos fãs desde que substituiu o popular Rafa Benitez em 2019, deixou o Newcastle por consentimento mútuo na quarta-feira, dizendo que provavelmente foi seu último papel gerencial depois de lidar com abusos e críticas desde o primeiro dia no cargo.

“Não (não é pior que Espanha e Alemanha), aqui é melhor. Na Espanha há mais rádios, televisões”, disse Guardiola a repórteres antes da viagem de sábado a Brighton & Hove Albion.

“Você é tratado em termos de resultados. Quando você ganha, ‘que gênio’. Quando você perde, ‘que desastre’. Especialmente com as mídias sociais, na Espanha eles estão mais envolvidos, há jornalistas nos treinamentos, é o mesmo, mas mais intenso.

“Como gestores, somos tratados pior do que os piores. Isso às vezes é um reflexo da sociedade. Ninguém merece ser tratado assim.”

Guardiola também enviou seu apoio a Bruce, dizendo que o jogador de 60 anos não deveria ouvir as críticas feitas a ele, mas sim se emocionar com as mensagens de apoio que recebeu de seus jogadores.

Golpe duplo

A dupla do Chelsea, Romelu Lukaku e Timo Werner, deve perder os próximos dois jogos da Premier League depois de se lesionar na vitória da Liga dos Campeões sobre o Malmo, no meio da semana, confirmou o técnico Thomas Tuchel nesta sexta-feira.

Ambos os atacantes saíram mancando no primeiro tempo contra a equipe sueca, com a lesão no tornozelo de Lukaku parecendo particularmente grave depois que ele ficou parado por quatro minutos.

“Eles saem amanhã (sábado) e provavelmente o jogo do Southampton e depois veremos. O que posso dizer com certeza é que ambos estão em tratamento, positivos e não preocupados, mas fora dos próximos dois jogos com certeza”, disse Tuchel. antes do jogo contra o Norwich City.

O meio-campista Christian Pulisic também não estará disponível, pois continua a se recuperar de um problema no tornozelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *