Rússia ameaça deixar programa da Estação Espacial Internacional por sanções dos EUA

Moscou está ameaçando deixar o programa da Estação Espacial Internacional (ISS), citando sanções dos EUA a empresas russas.

“Se as sanções contra Progress e TsNIIMash permanecerem e não forem levantadas em um futuro próximo, a questão da retirada da Rússia da ISS será de responsabilidade dos parceiros americanos”, disse o diretor-geral da Roscosmos, Dmitry Rogozin, na segunda-feira, de acordo com uma tradução da NBC.

“Ou trabalhamos juntos, caso em que as sanções são suspensas imediatamente, ou não trabalharemos juntos e implantaremos nossa própria estação”, disse Rogozin.

PROPAGANDA

Empresas dos EUA que procuram vender para cempresas rotuladas por Washington como tendo ligações com os militares russos têm que obter licenças especiais do governo federal, dificultando os negócios com essas empresas.

Existem mais de 40 empresas na Rússia que se enquadram nessa categoria,incluindo JSC Rocket and Space Center Progress e JSC Central Research Institute of Machine Building, conhecido como TsNIIMash.

“Durante décadas, mais de 45 anos [we’ve cooperated with] russos no espaço, e quero que essa cooperação continue”, disse o administrador da NASA Bill NelsonClarence (Bill) William NelsonEm mudança dramática, diretor nacional de inteligência não descarta origens ‘extraterrestres’ para OVNIs disse à CNN este mês, acrescentando que “não seria bom” a saída da Rússia.

A saída da Rússia da estação acabaria com o relacionamento de mais de 20 anos entre 15 países que fazem parte do programa ISS.

Esta não é a primeira vez que a Rússia ameaça deixar o programa espacial.

Rússia disse em abrilque o país planeja lançar sua própria estação em 2030.

“Se em 2030, de acordo com nossos planos, pudermos colocá-lo em órbita, será um avanço colossal”, disse Rogozin na época. “A vontade existe para dar um novo passo na exploração espacial tripulada mundial.”

Veja o tópico de discussão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *