Proprietário do LA Times compromete US$ 210 milhões para produzir vacinas na África do Sul

O empresário bilionário de biotecnologia e proprietário do Los Angeles Times, Patrick Soon-Shiong, anunciou na quarta-feira que comprometeria cerca de US$ 210 milhões para transferir as mais recentes tecnologias de produção de vacinas e terapias biológicas para seu país natal, a África do Sul.

Soon-Shiong disse em seu anúncio que empresas na África do Sul poderiam usar sua doação para produzir a próxima geração de vacinas que podem ser mais eficazes contra as variantes presentes no país, informa o The New York Times.

“Nosso objetivo e nosso compromisso é voltar para a África do Sul e transferir esse tipo de tecnologia”, disse Soon-Shiong.

PROPAGANDA

“Não só temos a ciência, temos o capital humano e a capacidade e o desejo”, acrescentou referindo-se à África do Sul.

Soon-Shiong fez o anúncio enquanto falava em uma reunião para discutir a distribuição equitativa da vacina contra o coronavírus. A reunião foi copresidida pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

O Times observa que Soon-Shiong e a fabricante farmacêutica sul-africana Biovac anunciaram uma parceria no início deste ano para produzir uma vacina experimental contra o coronavírus que está atualmente em testes clínicos nos EUA e na África do Sul.

A variante sul-africana do COVID-19 foi observada como mais resistente às vacinas atualmente disponíveis. Um estudo israelense divulgado em abril descobriu que a variante poderia “romper” a proteção fornecida pela vacina da Pfizer.

Um estudo publicado no New England Journal of Medicine na semana passada, realizado na África do Sul, descobriu que a vacina Novavax, fabricada nos Estados Unidos, era 51% eficaz contra a variante sul-africana.

Veja o tópico de discussão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *