Overdose fatal de drogas aumenta 30% no estado de Washington, mostram dados

As overdoses fatais de drogas em Washington aumentaram mais de 30% em 2020, à medida que as pessoas que lutavam com o isolamento e a perda da rotina em meio à pandemia de coronavírus se voltavam para o abuso de substâncias com mais frequência.

De acordo com dados preliminares do Departamento de Saúde de Washington relatados pelo The Seattle Times, o estado registrou 1.649 mortes por overdose em 2020, acima das 1.259 mortes do ano anterior.

O aumento de 30% de 2019 a 2020 foi duas vezes maior do que qualquer outro ano na última década, de acordo com os dados.

PROPAGANDA

Mais moradores de Washington morreram de overdose de drogas em 2020 do que em qualquer outro ano da última década, de acordo com os dados.

As overdoses fatais de opióides, de analgésicos prescritos, heroína, fentanil e outras substâncias semelhantes, aumentaram a uma taxa ainda maior, subindo quase 40%, o que é mais de três vezes a taxa de qualquer outro aumento nos últimos 10 anos, de acordo com o relatório. Estatisticas.

O estado descobriu que 1.140 pessoas morreram de overdose de opiáceos em 2020, o que superou as 827 mortes em 2019.

O departamento, de acordo com o Times, espera que as estatísticas piorem, pois ainda estão analisando os dados preliminares.

“É razoável acreditar que os impactos psicológicos, sociais e econômicos do COVID-19 levaram a um aumento no uso de drogas”, disse Kristen Maki, porta-voz do Departamento de Saúde do estado, segundo o Times.

O Times informou que “muito mais pessoas” procuraram assistência com problemas de drogas e álcool em 2020, citando dados estaduais.

As estatísticas impressionantes vêm depois que dados preliminares dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças publicados no mês passado descobriram que o número de overdose de drogas nos EUA aumentou durante os primeiros meses da pandemia.

A agência descobriu que mais de 87.000 americanos morreram de overdose de drogas entre outubro de 2019 e setembro de 2020, um aumento de 29% em relação ao período de 12 meses encerrado em setembro de 2019.

Veja o tópico de discussão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *