Nimrod Workman: Eu quero ir aonde as coisas são bonitas

I Want To Go Where Things Are Beautiful “>
Nimrod Workman parece estar à beira da morte, mas em 1982, quando o historiador folk Mike Seeger (meio-irmão de Pete) sentou-se com o então 87 anos de idade para coletar essas canções e histórias rústicas, o artista e ex-mineiro de carvão tinha doze anos ainda ir. Sua voz envelhecida, tensa e oscilando perpetuamente entre um gemido e um balido extático é o ponto central dessas gravações esparsas a capella. Em 淐 oal Black Mining Blues, um original, Workman lamenta a mina de carvão que o empregou por 42 anos, mas negou a responsabilidade por seu pulmão negro. A morte é uma negociação desesperada com o próprio Dark Angel, e até mesmo o tradicional 淪 hady Grove é tingido de um presságio mórbido. A falta de dentes do trabalhador é audível; o mesmo acontece com a saliva na cavidade enrugada de sua boca. Ouça com atenção e poderá até ouvir sua cadeira de balanço ou talvez seus ossos estalando nas entrelinhas.

Ouça Nimrod Workman apresentado no
Down Home Radio Show podcast.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *