Nikki Haley: governo Biden ‘se rendeu completamente ao Talibã’

Ex-embaixador dos EUA nas Nações Unidas Nikki HaleyXi de Nikki HaleyChina provavelmente convidará Biden para as Olimpíadas de Pequim: relatório Nikki Haley pede teste cognitivo para políticos mais velhos Quem é corajoso o suficiente para ser o companheiro de chapa de Trump em 2024? MAIS no domingo criticou o governo Biden por sua execução na retirada de tropas do Afeganistão, dizendo que “se rendeu completamente ao Talibã”.

No programa “Face the Nation”, da CBS, o apresentador convidado Major Garrett perguntou a Haley se ela concordava com a afirmação do governo Biden de que não está negociando com o Talibã enquanto continua a evacuar cidadãos e aliados americanos.

“Eles não estão negociando com o Talibã. Eles se renderam completamente ao Talibã. Eles entregaram a Base Aérea de Bagram, que era um importante hub da OTAN. Eles entregaram US$ 85 bilhões em equipamentos e armas que deveríamos ter tirado de lá. Eles entregaram o povo americano e, na verdade, retiraram nossas tropas antes de retirarem o povo americano. E abandonaram nossos aliados afegãos que mantinham pessoas como meu marido seguras”, disse Haley.

No entanto, Haley também reconheceu que o governo Biden deve agora fazer “o que for preciso para tirar nossos americanos”.

“Este é um cenário inacreditável, onde literalmente o Talibã mantém nossos americanos como reféns”, acrescentou.

Haley, que serviu sob o ex- Presidente TrumpDonald TrumpOn The Money Biden coloca a indústria do petróleo em alerta O Memo: Gosar é censurado, mas a cultura tóxica cresce A equipe da MLB de Cleveland muda oficialmente o nome para Guardians na sexta-feira MAISrebateu os argumentos de que a retirada do Afeganistão foi implementada pelo governo Trump e que a culpa deve ser compartilhada entre Biden e seu antecessor.

“Sob quatro anos de Trump, o Afeganistão estava seguro. Nós nos certificamos de manter o terrorismo sob controle e viemos de uma posição forte”, disse Haley. “Há momentos em que você tem que negociar com o diabo, mas você negocia com o diabo de um ponto de força. Você não faz isso de um ponto de fraqueza. Nós literalmente não temos influência agora com o Talibã.”

Haley pediu ao governo Biden que estenda o prazo de 31 de agosto para as evacuações e disse que os EUA devem deixar claro que os americanos devem chegar ao aeroporto de Cabul com segurança.

“Temos que tirar nossos americanos. Temos que permanecer fiéis aos aliados afegãos aos quais fizemos promessas. E temos que garantir que faremos isso de uma maneira muito forte daqui para frente”, disse ela. .

Veja o tópico de discussão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *