Liga dos Campeões: Liverpool e Ajax chegam às oitavas de final

Liverpool e Ajax estenderam seus recordes de vitórias perfeitas na Liga dos Campeões na quarta-feira para avançar para as oitavas de final, que está começando a ter uma aparência de retrocesso dos anos 1970.

O Liverpool superou o Atlético de Madrid por 2 a 0 em Anfield e o Ajax acertou o Borussia Dortmund de 10 jogadores com gols no final da vitória por 3 a 1 na Alemanha.

As quatro equipes com quatro vitórias consecutivas depois que Bayern de Munique e Juventus selaram seus lugares na terça-feira já deram uma sensação nostálgica à escalação de mata-mata. Ajax, Bayern e Liverpool se uniram para ganhar todos os oito títulos da Copa da Europa de 1971-78.

O Liverpool nunca havia aberto uma fase de grupos da Liga dos Campeões com quatro vitórias, embora raramente tenha tido problemas contra o Atlético no Grupo B, depois que Diogo Jota e Sadio Man marcaram nos primeiros 21 minutos. O Atlético caiu para o terceiro lugar do grupo, atrás do Porto, que empatou em 1 a 1 com o Milan, último colocado.

O Ajax está tendo uma campanha de destaque na Liga dos Campeões depois de ser ignorado pelos fundadores da Superliga da Inglaterra, Itália e Espanha quando alinharam seu projeto malfadado há vários meses.

O campeão holandês conseguiu grandes vitórias consecutivas sobre o Dortmund, que teve o zagueiro veterano Mats Hummels expulso no primeiro tempo.

O segundo colocado Dortmund está seis pontos atrás do Ajax no Grupo C, faltando duas rodadas. O Dortmund está empatado em pontos com o Sporting, que derrotou o Besiktas por 4 a 0 e recebe o time alemão no próximo dia 24 de novembro.

Real Madrid e Inter de Milão, dois dos 12 clubes da Superliga, assumiram o controle do Grupo D do novato Sheriff após importantes vitórias na quarta-feira.

Os gols de Karim Benzema garantiram que o Real Madrid vencesse o Shakhtar Donetsk por 2 a 1 e liderasse a classificação por dois pontos do Inter. O campeão italiano fez duas vitórias seguidas sobre o Sheriff, por 3 a 1 fora de casa para o campeão da Moldávia.

O Manchester City venceu o Club Brugge por 4 a 1 e foi recompensado com o primeiro lugar no Grupo A após o drama tardio em Leipzig, onde o Paris Saint-Germain empatou por 2 a 2.

Uma equipe do PSG que não conta com Lionel Messi, lesionado, se recuperou de uma vantagem inicial do Leipzig para liderar no intervalo com dois gols de Georgino Wijnaldum. Mas o PSG perdeu pontos após um pênalti nos acréscimos do substituto do Leipzig, Dominik Szoboszlai.

O City assumiu uma vantagem de um ponto sobre o PSG antes de se encontrar em Manchester em três semanas.

ASSISTÊNCIA DE ALEXANDER-ARNOLD

O lateral-direito do Liverpool, Trent Alexander-Arnold, normalmente cria tantas chances de gol em uma temporada quanto um craque vestindo o número 10.

Seus passes precisos para o coração da baliza escancaram a defesa do Atlético de Madrid para servir Jota e Man para gols simplesmente tomados.

Eles garantiram que o Liverpool será o vencedor do grupo nas oitavas de final, em 13 de dezembro. O campeão de 2019 está sete pontos à frente do segundo colocado, o Porto.

A derrota do Atlético garantiu que o Milan, sete vezes campeão europeu, ainda possa avançar como vice-campeão do grupo, apesar de ter conquistado apenas seu primeiro ponto na quarta-feira.

O empate em 1 a 1 com o Porto em San Siro terminou com o substituto de 40 anos do Milan, Zlatan Ibrahimovic, sendo marcado por Pepe, de 38 anos. Ibrahimovic teve um gol anulado nos minutos finais porque um companheiro de equipe estava fora de jogo.

O Atlético recebe o Milan em três semanas, quando o Liverpool recebe o Porto.

AJAX REVIVAL

O Ajax vendeu seu núcleo de jovens talentos holandeses após sua estelar na Liga dos Campeões em 2019, quando estava a minutos de chegar à final contra o Liverpool.

O craque sérvio Dusan Tadic ficou e marcou na quarta-feira aos 72 minutos para desencadear a reviravolta de três gols do Ajax em Dortmund.

Sebastien Haller marcou pelo quarto jogo seguido e o ex-atacante do West Ham agora tem sete gols na fase de grupos.

O Dortmund liderou quando Marco Reus marcou um pênalti no primeiro tempo, minutos após a expulsão de Hummels. Pareceu uma decisão dura para uma entrada deslizante no atacante brasileiro Antony que não parecia perigosa.

PSG PAGA PENALIDADE

O Paris Saint-Germain já perdia para um gol madrugador de seu ex-jogador Christopher Nkunku, seu quinto pelo Leipzig na fase de grupos, quando o time alemão marcou um pênalti aos 12 minutos.

O pênalti de André Silva foi defendido por Gianluigi Donnarumma, e o PSG virou o jogo com os primeiros gols de Wijnaldum pelo clube.

Quando o segundo pênalti foi marcado nos minutos finais, Neymar tentou influenciar o resultado.

“Ele me perguntou, você vai marcar?”, disse Szoboszlai, aproveitador do Leipzig.

“Eu disse sim. Ele disse: Tem certeza?” Eu disse a ele, eu nunca sinto falta'”.

Szoboszlai não e agora há uma vantagem extra na próxima visita do PSG ao Man City, com o Club Brugge ainda na disputa a apenas quatro pontos do segundo lugar.

“Estar em segundo lugar para o City não muda nada para nós”, disse o técnico do PSG, Mauricio Pochettino, sobre renovar sua rivalidade com Pep Guardiola.

“Precisamos ter o desejo de ir lá e vencer o jogo para tentar ser o primeiro do grupo”.

O City recebeu gols de Phil Foden, Riyad Mahrez, Raheem Sterling e Gabriel Jesus depois de descansar Kevin De Bruyne antes de enfrentar o Manchester United neste fim de semana.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *