Líder da Bielorrússia diz que quer sistemas de mísseis russos com capacidade nuclear, Europe News & Top Stories

MOSCOU (REUTERS) – A Bielorrússia quer que os sistemas russos de mísseis Iskander, com capacidade nuclear, os implantem no sul e no oeste do país, disse o presidente Alexander Lukashenko em entrevista a uma revista de defesa russa publicada neste sábado (13 de novembro).

A Rússia é uma aliada próxima da Bielorrússia, que a União Europeia acusou de arquitetar uma crise em sua fronteira ao trazer milhares de imigrantes para tentar cruzar ilegalmente para a Polônia.

Bruxelas está se preparando para sancionar Minsk.

Lukashenko disse à revista National Defense que precisava do sistema de mísseis balísticos móveis Iskander, que tem um alcance de até 500 quilômetros e pode transportar ogivas convencionais ou nucleares.

“Eu preciso de várias divisões no oeste e no sul, deixe-os ficar (lá)”, disse ele.

A Polônia e a Lituânia, membros da UE, ficam a oeste da Bielorrússia.

Seu sul faz fronteira com a Ucrânia.

Lukashenko não deu nenhuma indicação se havia conversado com Moscou sobre o recebimento do sistema de mísseis.

O Ministério da Defesa da Rússia não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

A Bielorrússia e a Rússia são formalmente parte de um “estado de união” e estão em negociações há anos para se aproximarem.

Estamos enfrentando alguns problemas com logins de assinantes e pedimos desculpas pelo inconveniente causado. Até resolvermos os problemas, os assinantes não precisam fazer login para acessar os artigos da ST Digital. Mas um login ainda é necessário para nossos PDFs.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *